Bogotá foi a nossa primeira parada na Colômbia e escolhemos ficar 4 dias passeando por essa capital. Entretanto, quem manda em nossas vidas é uma força maior chamada destino x céus e o nosso planejamento mudou um pouquinho pois perdemos o voo. Sim, perdemos o voo. E a primeira perda de um voo, a gente nunca esquece! (haha).

Eu não poderia começar este post sem antes “pincelar” sobre o assunto, já que ele envolve uma informação MUITO importante (caso esteja partindo para a Colômbia também) : a famosa vacina contra febre amarela. Em um breve resumo, a nossa novela foi a seguinte: o Thales tomou a sua nova dose da vacina 8 dias antes da nossa viagem e quando embarcamos ela ainda estava no seu período de incubação (10 dias), portanto ao emitirmos a nossa carteira de vacinação internacional na ANVISA, no nosso estimado GRU* (aeroporto internacional de Guarulhos),  foi colocada a data da sua última dose e, teoricamente, ele (o protagonista Thales!) só estaria realmente protegido 2 dias depois. Conclusão: a Latam nos impediu de embarcar e perdemos o voo. Remarcamos com louvor graças à Bruna, um anjo que trabalha na Latam e, graças a outros anjos que nos ajudaram, conseguimos emitir uma nova carteira, com a data da primeira vacina que ainda estava dentro do prazo e voar no outro dia!

Má sorte? Implicância? Não. Apenas uma regra que realmente é seguida e pudemos ver a olho nu pelo menos 10 pessoas perdendo voos pelo mesmo motivo. Então eu queria deixar essa dica bem clara aqui! Veja a data da sua última dose, se realmente está no prazo. Se não estiver tome a nova dose pelo menos 15 dias antes da data do seu voo. Coisa simples, mas que erramos bonito e aprendemos na dor.

BORA PRA PARTE BOA DO POST: o nosso diário de bordo em Bogotá!

Foram 2 dias intensos e hiper produtivos, onde pudemos conhecer tudo o que desejávamos em Bogotá! Os outros “meios dias que passamos” serviu para descansarmos do voo, pois chegamos no final da tarde e o outro para arrumarmos a mala e partirmos para Cartagena. Então, vou compartilhar o nosso roteiro de 2 dias completos, todos os lugares que visitamos e observações curtas. Ele vai te ajudar a organizar o seu roteiro, podendo dividir o que fizemos em mais dias, e entender o que é possível conhecer em um período mais curto por lá! Nas próximas postagens abordarei de forma detalhada os lugares mais especiais e que mais tocaram o nosso coração.

nosso primeiro registro na praça Bolívar

DIA 1:

. Passeamos pela La Candelaria. Região antiga e cheia de história que encanta em cada esquina! Nessa área, você fará tudo a pé em uma caminhada tranquila e descompromissada. É aqui que estão localizados museus, igrejas, teatros, restaurantes e lojas típicas e a linda Praça Bolívar.

. Andamos e contemplamos a Praça Bolívar. Essa praça é o coração da região histórica da cidade! Belíssima por seus monumentos históricos, é hoje uma das atrações mais importantes de Bogotá. Ao seu redor você poderá admirar o Capitólio Nacional (sede do congresso da Colômbia), a Catedral Primada e edifícios neoclássicos.

Praça Bolívar e seus monumentos belíssimos

. Visitamos o “complexo de museus”: Casa da Moeda, Museu Botero e Coleção de Arte do Banco da República. Gratuitos e em uma construção lindíssima, entre pátios floridos e fontes de água! Não poderia ser melhor. Nesse dia visitamos apenas o acervo permanente, retornamos no segundo dia para continuar! Apesar da “cereja do bolo” ser o Museu Botero e o seu precioso acervo, vale visitar todos os outros. Se você é um amante de museus, assim como nós, pode ter certeza que não se arrependerá! Se for o estilo “preguiça de museu”, nem perca tempo e vá direto para a cereja.

um dos charmosos pátios floridos do complexo de museus

 

o encantador Museu Botero

 

. Almoçamos no La Puerta Falsa. Um dos restôs mais antigos da Colômbia! Pitoresco e imperdível. Comemos um Tamal que tem aparência estranha e sabor divino. Precito maaaais que bueno! Foi demais.

meninos famintos loucos para conhecer uma comida típica! 😛

 

Tamal: folha de milho + arroz + abacate + legumes e ervas + frango

 

. Depois do almoço visitamos o Museu Militar. Adoramos. Para amantes do assunto, vale o rolê! (Gratuito)

. Fomos andando até a espetacular Igreja Del Carmen. Dispensa comentários pela sua exuberância e excentricidade, nunca vi nada igual.

Igreja Nuestra Señora Del Carmem

. Tomamos um Café no Juan Valdez. O café colombiano é realmente espetacular! Sentar em um Juan Valdez não é nada pega-turista, é hiper agradável e um ótimo convite a descansar as pernas que a essa altura já estavam moídas.

. Visitamos o incrível Museu del Oro. Esse está na lista dos imperdíveis de qualquer blog e é imperdível MESMO. Anota aí. Especialmente por guardar o acervo mais importante do ouro colombiano, que tem origem em tribos indígenas. (Pago: 4000 pesos por pessoa, o equivalente a, aproximados, 5 reais)

* farei um post especial só sobre os museus que mais nos encantaram, com fotos e relatos!

* até aqui todos esses passeios foram feitos a pé, na região da La Candelaria! 😉

. Fechamos o dia conhecendo a famosa zona T e jantando no “mais famoso ainda” Andre Carne de Res. A zona T é uma famosa região de grandes lojas, shoppings e bares em Bogotá. É hiper badalada e uma ótima pedida para rolês noturnos! Já o Andre Carne de Res é um show a parte que precisa de um post especial só pra ele. O bar mais louco que já fomos em toda vida. Um ponto turístico e ao meu ver, imperdível!

registro da nossa noite no Andre Carne de Res

 

DIA 2:

. Subimos no Cerro de Monserrate para conhecer a vista deslumbrante que tanto lemos. E é linda mesmo! Além de uma vista incrível, o Cerro em si é bucólico, charmoso e contemplativo. Vai ser um convite a você sentar um pouco e silenciar a mente, até porque a sua respiração vai estar bem cansada pelo simples fato de descer do funicular e começar a andar, por conta da altitude (3152 m). A subida é feita por teleférico ou funicular (e é com toda franqueza que escrevo: rolou um medinho). Eu tenho bastante aflição de altura e quando entramos no funicular e começamos a subida, senti bastante frio na barriga e contei os segundos para chegar logo. Se você é medrosa(o) assim como eu, saiba que é bem rápido, então o “sofrimento” não dura muito! (Pagamos 19000 pesos por pessoa para subir, o equivalente a aproximados 20 reais)

* como estávamos no centro, apesar de ser perto, pegamos um Uber para economizar pernas (pagamos menos de 10 reais).

do alto você verá a cidade TODA! É incrível.

 

todo o meu amor pelo astral bucólico do Cerro

 

. Ao descermos do Cerro fomos caminhando até a Quinta de Bolívar. Esse foi um lugar especial da viagem que adoramos! Fica bem pertinho da entrada para o Cerro, então é uma boa pedida para o mesmo dia (obviamente se o assunto for do seu interesse!) A Quinta de Bolívar é a casa que o emblemático Simón Bolívar, um dos libertadores da América Latina, morou nos tempos em que se dedicou a revolução. Foi uma espécie de “casa de verão” e pontos de encontro para reuniões. Então, ela guarda uma história muito rica e sensível! Possui a reconstituição de mobílias da época, tendo muitas peças originais, além de um jardim maravilhoso que deixa o passeio mágico. (Pago: 3000 pesos por pessoa, o equivalente a aproximados 4 reais)

* daqui pegamos um Uber de volta para a região da La Candelaria! As regiões são próximas, mas para ganhar tempo optamos por essa forma.

registro da remontagem da sala de jantar – Quinta de Bolívar

 

monumento do grande Bolívar e as bandeiras dos países libertados graças à revolução

 

. Almoçamos na La Candelária, no restaurante Porta de La Catedral. Ele fica ao lado do que almoçamos no primeiro dia e em uma construção belíssima. Foi tudo perfeito, ambiente, comida e preço.

. Visitamos a Casa del Florero onde hoje se localiza o Museu da Independência. A visita foi linda pela arquitetura e história da casa, que teve um papel muito importante durante os conflitos militares que Bogotá viveu. Em relação ao museu em si, não esteve entre os que mais nos emocionaram.

. Voltamos ao “complexo de museus” do Banco de La República para visitar o último que faltava, com exposições temporárias. Foi incrível pois tivemos a oportunidade de ver a exposição do fotojornalista francês Henri Cartier-Bresson, o qual retratou momentos emblemáticos que palavras não poderiam explicar. Cenas da guerra, repressão política, vida cotidiana de povos distantes e diferentes culturas, entre muitas, mas muitas, preciosidades. (Aqui conta um pouquinho da sua história, acho que vale a leitura! fonte wikipedia)

 

. Tomamos o nosso adorável cafezinho de todo dia, mais uma vez no Juan Valdez para repor as energias e se preparar para o rolê da noite. Lá tem combos de café americano (o gigante, yess!) + algo para comer a um preço muy bueno.

. A noite escolhemos fazer um passeio “muito particular”, então, neste caso, pode ser que a dica sirva ou não: Fomos ao outlet da Adidas! Sim, nós amamos a Adidas e quando pesquisamos que em Bogotá havia um outlet sensacional, não resistimos. E ó: ele é sensacional MESMO! Quando fomos o desconto padrão era de 50% e isso incluía a loja toda: tênis, fitness e a linha Originals. Piramos um pouco, experimentamos 38640 roupas e tênis e, ao final, com toda a nossa maturidade e juízo, levamos apenas algumas peças. (haha) Então, se você também adora a Adidas, hermano, vale a pena! Vá. A loja fica aberta até as 20h. 😛

. Depois das comprinhas fomos para a Zona T terminar a noite e jantar! Neste dia passeamos pelas lojas, que são lindonas (estilo Palermo Soho em Buenos Aires!). Aqui há mais um paraíso Adidas, que é a loja da linha Originals (ó eu de novo aqui martelando na Adidas!), então, lá fomos nós pirar mais um pouco. Adoramos um rolezinho breve em lojas, sempre rola uma promo e um momento sorte do dia. E nesse rolou, comprei um tênis M-A-R-A, com 40% off por ser o último par, mini como meu pé. Tava me esperando! :B Jantamos em uma hamburgueria super alegre e descolada chamada Jonny Rockets, como um restaurante norte-americano dos anos 80! Nós entramos normalmente e fomos surpreendidos com um “HOOOLA” da equipe inteira do bar, levei um susto na hora, mas achei super divertido. Aí, poucos minutos depois começou uma música bem alta e todos os funcionários pararam tudo que estavam fazendo e começaram a dançar. E quando saímos, rolou o “TCHAAAU”! Vimos que nossa aventura de bares e restaurantes legais só estava começando. <3

 

carinha de duas pessoas muito felizes depois de 2 dias inesquecíveis

 

detalhes do charme da região La Candelaria

Esse foi o nosso diário de bordo em Bogotá! Uma cidade incrível, com 8 milhões de habitantes, que nos encantou pelo carisma e hospitalidade. Que povo incrível e acolhedor! Em todos os lugares que fomos, restaurantes, comércios e museus, ficamos admirados com o nível da qualidade de serviço. Há brilho nos olhos e comprometimento! Há orgulho do que se tornaram depois de tantas lutas e conflitos. E isso é lindo e foi o que mais tocou o nosso coração.

Para concluir, nossa sugestão de estadia por lá seriam 4 dias! Com esse tempo você conseguiria ir até Zipaquirá, conhecer a Catedral do Sal ou visitar o bar original Andre Carnes de Res, em Chia (ambas são cidades próximas a Bogotá!). Estes foram os passeios que ficaram de fora por termos perdido o voo! Então, vale pesquisar e ver se pode caber em seu roteiro. Se está pesquisando onde se hospedar, vem conhecer o apê que alugamos pelo Airbnb!

Que a sua trip seja incrível! Nossos “hermanos” te receberão de braços abertos, pode apostar. <3

Mil beijos e até o próximo post,

Amanda.

Muito prazer, amanda.

Acredito no poder da nossa intuição e na importância de sonharmos! Admiro o lado simples da vida e como podemos ser felizes aproveitando o bem mais precioso que temos: o agora. Assim como amo desenhar, também gosto de escrever e partilhar palavras e experiências com outras pessoas! Aquarelar, escrever e criar produtos inspiradores é a minha forma de expressar amor! Obrigada por estar aqui.

 @molamanda

Minhas convidadas queridas:

@stefanyfreu
Criadora de conteúdo & idealizadora do @sejaimensa

 

@aliciamadridcr
Humana em florescimento & fundadora do
@dubbantransforma

os mais lidos

#amblog

lançamentos

#produtosinspiradores

Pin It on Pinterest

Share This