Yeeees! O primeiro post do Diário de Bordo pela primavera da Europa já está no ar. É com muito amor & inspiração de sobra que estou escrevendo os posts, durante a própria viagem, compartilhando o nosso rolê de 2 dias em Frankfurt e as nossas experiências por aqui. Estes posts também representam um diário pessoal pra mim, por isso partilhar é uma “desculpa das boas” para registrar em palavras estes dias inesquecíveis.

Primeira parada: Frankfurt / 2 noites

Frankfurt é o centro financeiro da Alemanha e a quinta maior cidade do país. Possui um dos aeroportos mais importantes da Europa, o que se torna um convite e tanto para nossas trips não? Para saber mais, clica naquele link wikipedia maroto – sempre fazemos isso para entender todas as cidades que estamos prestes a conhecer. Foi assim que a nossa viagem começou: em uma pesquisa na internet de vôos com preços legais entrando por Frankfurt. E eis que me deparo com um Brasil-Frankfurt / Paris-Brasil por menos de R$2000,00 (se você também pesquisa passagens saberá que esse valor é realmente muuuito bom!). Aí meu coração não aguentou né? Foi pedir demais. <3

Viagem definida: 31 dias na primavera da Europa passando por: Frankfurt e Munique (Alemanha), partindo para o Leste Europeu, retornando à Alemanha e seguindo para Paris, para os últimos dias da trip. Sim, acreditamos em viagens customizadas e com o nosso astral.

Escolhemos nos hospedar por 2 noites nesta cidade que em fotos e nos primeiros links que pesquisamos, já nos encantou. Eu e o Thales somos bem fáceis quando o assunto é conhecer lugares novos (ainda mais na Alemanha, um país tão rico culturalmente), então jamais deixaríamos de conhecer Frankfurt. Mas tivemos que escolher apenas 2 noites em decorrência do percurso todo!

Onde nos hospedamos

No hotel Motel One, uma rede de hotéis alemã de preços acessíveis e comodidades INCRÍVEIS. Sim, incríveis mesmo! O seu slogan é “Like the price. Love the Design”. Resolvemos ficar em hotel e não alugar apê no Airbnb por 2 motivos: para ser mais práticos na chegada e saída afinal teríamos pouco tempo e pelo investimento mesmo (não encontramos nenhum apartamento com valor legal e bem localizado como este hotel!).

Pontos fortes: localização perfeita (pertinho da Altstadt), acomodação maravilhosa com “great view” (rs), áreas comuns (bar, salas, lounges) lindas e confortáveis para comer e descansar a noite, todas as comidinhas do café orgânicas com o selo bio.


uma das cenas charmosas por onde passamos (são muitas!)

Roteiro: dia 1 | Dia de flanar e conhecer o “imperdível”

1. FLANAR, essa é sempre a primeira coisa que fazemos ao chegar. Flanar pelos arredores do seu hotel/apê que geralmente será bem localizado e perto de pontos turísticos importantes, certo? Então flane com coração leve para descansar da viagem longa e sem o compromisso de já ter que avistar cenas específicas.

2. Altstadt: a região mais antiga de Frankfurt. Começar o dia por aqui é um belo convite de boas vindas para sua trip! Essa região inclui monumentos emblemáticos, a praça  Römerberg (com aquelas casinhas lindas onde é impossível resistir a uma foto!), a Catedral de Frankfurt, a Igreja St. Paul (Paulskirche), vários Museus e é sem dúvida a região mais linda da cidade.

3. Almoço no Kleinmarkthalle. Um mercado local que vale tanto pelo passeio cultural como pela comida típica (se desejar já pode provar uma das linguiças mais famosas de lá, será o balcão mais cheio, não tem como errar!)  Você verá frutas, flores, queijos, carnes, temperos, iguarias típicas, pães, doces. Uma experiência leve e gostosa com a cultura local!

4. Fim de tarde/noite: Atravessar as pontes e passear pelas margens do rio Meno. Adoro passear pelas margens de rios na Europa, flanar sem pressa, sentar para contemplar…um passeio lindo de final de tarde é acompanhar o sol se pôr andando por essa região e atravessando suas pontes. A noite quando a cidade se iluminar a vista terá outro aspecto, também muito charmosa! Se for Primavera: prepare o coração pra ver muitas cerejeiras floridas!

flanando pelas margens do rio Meno e suas pontes

Roteiro: dia 2 | Dia de escolher o que, além do imperdível, balançou nosso coração

1. Museu Stadel. Escolhemos visitá-lo por ser considerado um dos mais importantes da Alemanha, pelo seu acervo e significado histórico. Sempre pesquisamos quais frentes artísticas serão contempladas (os “ismos” haha) e quais obras emblemáticas fazem parte do acervo. A cereja do bolo é a ala renascentista, com muitas pinturas dos grandes mestres italianos. Mas nosso coração bate mais forte mesmo por Renoir, Van Gogh, Picasso, Monet, Rembrandt, Andy Warhol… nem precisa dizer mais né?

2. Almoço no bairro Sachsenhausen, o “bairro do vinho de maçã”. Nossa sugestão de restô delícia e tipicamente alemão que amamos: Gaststätte Atschel, lá experimentamos o famoso “Schnitzel” e abrimos os trabalhos das maravilhosas cervejas alemãs (provamos a Licher vom Fass). Yep, não provamos o vinho da maçã (rs). O ambiente também é super legal: pequeno/charmosinho e com as tradicionais mesas compartilhadas.

3. Casa do Goethe. Este estava na nossa lista de museus imperdíveis! Sempre que estamos montando o roteiro pesquisamos pessoas importantes e significativas que viveram naquela cidade/país e foi assim que descobrimos que um dos maiores poetas de todos os tempos, Goethe, nasceu, viveu e produziu muitas de suas obras em Frankfurt! Sua casa de tornou um museu e posso dizer: ME ENCANTOU COMPLETAMENTE. Considero um privilégio poder conhecer a casa onde um artista viveu, ver seus objetos pessoais e estilo de vida. Para mim, tamanho de museus nunca será documento. 🙂

4. Final da tarde: Ópera de Frankfurt – Alte Oper. Não visitamos seus interiores, passeamos ali apenas no final de tarde e flanamos em volta por um tempo. O monumento é maravilhoso (lógico né?) e um convite a fotos lindas. Ela fica em uma praça bem gostosa, com um astral diferente das outras áreas. Me lembrou Paris!

5. Dica de compras e vista panorâmica da cidade: Galeria Kaufhof, uma grande rede alemã de lojas de departamentos. Fazemos rolês assim porque amamos decoração e utilidades de casa, então é uma dica bem pessoal. Como na Europa lojas desse tipo são hiper completas e ricas em design, sempre passeamos por elas. Desta vez fiz um belo de um garimpo no setor de café (incríveeeeel, por sinal! Para quem também adora cafés e diferentes métodos de preparo, fica essa dica!). Se não for pela compra vá pela vista, que é bem bonita e apesar de não ser tão alta assim, vale a pena pois é free!


Museu Stadel – Thales & Picasso 🙂


Registros que fiz na Casa do Goethe

Almoço típico: o famoso (e delicioso, para quem come carne!) Schnitzel


A linda Ópera de Frankfurt

Foram dois dias memoráveis que despertaram um sentimento especial e a vontade de voltar. Como somos desses, que voltamos onde gostamos, nos despedimos dizendo até breve Frankfurt. Obrigada pela recepção, obrigada por fazer nossa trip começar tão bem. <3

Good trips Sonhadores!
Com amor,
Amanda.

 

* Nossa card do post para pinar no Pinterest! <3

Muito prazer, amanda.

Acredito no poder da nossa intuição e na importância de sonharmos! Admiro o lado simples da vida e como podemos ser felizes aproveitando o bem mais precioso que temos: o agora. Assim como amo desenhar, também gosto de escrever e partilhar palavras e experiências com outras pessoas! Aquarelar, escrever e criar produtos inspiradores é a minha forma de expressar amor! Obrigada por estar aqui.

 @molamanda

Minhas convidadas queridas:

@stefanyfreu
Criadora de conteúdo & idealizadora do @sejaimensa

 

@aliciamadridcr
Humana em florescimento & fundadora do
@dubbantransforma

os mais lidos

#amblog

lançamentos

#produtosinspiradores

Pin It on Pinterest

Share This