Quem me dera ter um lar em Paris. Mas posso falar? Nessa segunda casinha que alugamos por lá me senti, literalmente, como se tivéssemos um. Ao menos por 8 dias! Alugares apês no Airbnb é algo que amamos e já o fizemos em diversos lugares: Paris, Avignon, Aix en Provence, Londres, Bruxelas, Berlim, Amsterdam, Bogotá, Cartagena, Buenos Aires. E agora estou prestes a alugar em Gramado, com a minha família! Já comprovei de diversas formas, e em mais de 10 experiências o quanto amamos essa vertente de hospedagem. Não, não sou paga para falar deles. Acharia incrível nem ter que citar esse detalhe, mas acontece que hoje até uma simples “opinião” se tornou moeda de troca e muitas vezes ficamos sem a certeza de que aquela opinião é mesmo sincera. Então, sempre preciso citar: isso não é um post patrocinado. Amo o Airbnb e seria parceira com orgulho, mas não sou, ok? Tudo que tenho escrito sobre eles é apenas a minha mais sincera opinião partilhada, para ajudar outros viajantes & curiosos mundo afora.

 

Seguimos. Vamos ao apê que alugamos em Montmartre! Aiiiiii meu coração, tô com uma saudade enorme, confesso.


a vista da janela é a parte que mais amo em um apê, uma “tipo” de prioridade quando pesquiso acomodações!

Contei aqui em meu primeiro post, que alugamos um apê na parte inicial da viagem pertinho da Torre Eiffel. Dividimos o roteiro da seguinte forma: 6 dias em Paris na região central, 7 dias viajando pelo sul da França (começarei a contar nos próximos posts) e 8 dias finais em Paris, hospedados em Montmartre, nosso bairro amado. Acertamos EM CHEIO na escolha do “lar” para a parte final da trip! Ficamos em Montmartre, base que nos agrada e nos acolhe, e quando abrimos a porta da casa da Melanie (nossa host!), na rua da feirinha de frutas da Amélie Poulain, quase morri de amores. Já fomos surpreendidos por uma cartinha escrita à mão e um vinho branco para nossos dias ficarem ainda mais inesquecíveis. Nunca tinha recebido uma cartinha de host antes, e em francês? Ai meu coração. (haha)

ESTE É O LINK DO APÊ! <3


as duas janelas frontais , de frente para um pequeno parque. Super bucólico e silencioso, do jeito que amamos!


em cada cantinho, um detalhe charmoso e aconchegante. Esse lugar é um verdadeiro lar!

O apartamento tinha o tamanho perfeito, com duas janelas grandes frontais que dão para um pequeno parque, e um quarto separado (mais uma conquista boa para os pequenos espaços de Paris!). A decoração da casa é a cereja do bolo! Mobiliário lindo, vintage e super aconchegante. Sofá e cama confortáveis, abajures e iluminação mais ainda, Plantinhas – váárias plantas pelo apê das quais cuidei com carinho. Itens de botânica por toda parte: objetos de insetos, papel de parede de folhagens e a cúpula de borboletas que tanto me inspirou. Sem falar nos objetinhos por todo canto da casa: louças, velas, bule antigo, canecas, livros, garimpos e velharias que amo. E o jogo de jantar e talheres lindos? E os chás? AI meu Deus! Era como se o Atelier tivesse um irmão francês, só que ainda desconhecido. Agora velhos amigos. <3

Tudo que amo em forma de lar estava ali, espalhados entre os 35 m2 e ao nosso dispor, só pra deixar aqueles 8 dia em Paris ainda mais perfeitos. Como se só estar em Paris já não bastasse! Por isso aproveitei, passei boas horas de leitura no sofá, aquarelei durante algumas manhãs, cozinhamos na cozinha equipada e graciosa, fizemos muitos “repas” afetuosos ali. Tudo o que pudemos aproveitar do astral de um lar francês, enquanto não estávamos flanando por Paris, aproveitamos. Muito mesmo!


uma das manhãs de aquarela. Não resisti e a minha primeira inspiração foi o próprio apartamento da Melanie! Deixei esse de presente pra ela. <3


nossos ranguinhos cheios de amor. Poder cozinhar em casa é um diferencial de alugar apartamentos, nós adoramos essa experiência!

 

Apê lindo, perfeito. Meu lar! Juro. Voltaremos sem sombra de dúvidas. A comunicação com a Melanie foi prática e amistosa desde as primeiras mensagens. Deixei meu cafezinho pra ela provar, claro, e a aquarela que criei inspirada em sua casa. Ela tão carinhosa e gentil me escreveu agradecendo e combinamos de nos conhecermos na nossa próxima estadia. Porque sim, vamos voltar e quero passar mais um tempo ali. Preciso dizer mais? Se estiver pensando em ficar em Montmartre, guarda essa dica de ouro. E mande lembranças para o meu lar parisiense, s’il vous plaît. <3

Aproveitei e aquarelei também a fachada e entrada do prédio, porque Paris é inspiração por todo canto. AH! Em breve a Série de aquarelas criada por lá será lançada, neste mês, juntinho com a Primavera.
Aguarde, prepare o coração e fica juntinho aqui no site e no instagram, combinado?

Bisous e até o próximo post,
Amanda.

GUIA DE POSTS DE PARIS:
1. O apê que alugamos em Paris pertinho da Torre Eiffel
2. 5 lugares que amo e sempre repetirei em Paris
3. O workshop de flores que fizemos em Paris
4. 1O museus que considero imperdíveis em Paris

–   –   –   –   –   –   –   –   –   –   –   –

Conheça as Ilustrações, Produtos e Oficinas de pertinho:

amandamol.com.br

cursos.amandamol.com.br – Como leitor do Blog você tem cupom de desconto exclusivo nas Oficinas! Utilize: #blogAM e desfrute de 10% de desconto em sua inscrição!

@molamanda

Assine a NEWS e receba conversas semanais, com novidades e lançamentos quentinhos! Enviamos 1 mensagem por semana com muito carinho. Não somos spam, prometemos!

Quem escreve?

Amanda Mol

Amanda acredita na beleza das coisas simples e no poder da nossa intuição!
Aquarelar, escrever e criar produtos inspiradores é a sua forma de expressar amor.

 @molamanda

Stéfany Freu

Imensa por natureza e entusiasta da comunicação sensível, Stéfany é obcecada por contar histórias, conhecer pessoas, explorar o mundo e descobrir autoestima em tudo que cabe.

 @sejaimensa

os mais lidos

lançamentos

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe este item!

Gostou disso? Espalhe para seus amigos! <3