Paris Berlin. o nome despretensioso que colocamos na obra da nossa casa para inspirar as referências que ela teria e um pouco da personalidade de cada um de nós dois – eu, Paris, Thales, Berlin. A gente só queria fazer da experiência de construir algo menos chato, cinza e estressante. Mas voilà, vocês já sabem muito bem que obra é uma das coisas mais estressantes da vida, e não amenizou em nada batizá-la de um nome legal (risos). Ainda assim escolhemos o lúdido para não enlouquecer. Era Paris Berlin que a gente repetia todo santo dia nos 13 meses de contrução; era nome do nosso grupo de whatsapp onde organizávamos os gastos e as tretas, claro; foi o nome do instagram que criamos para compartilhar o processo da obra que começou poético e linear e depois virou um cabelo embaraçado cheio de nós; se transformou em site de tapetes e itens de casa que vendemos por alguns meses pra juntar mais dinheiro pro cimento e ganhou a boca dos migos – todo mundo só chamava nossa casinha assim. Paris Berlin foi ganhando uma lugar meio que sagrado nas nossas vidas. Mas na fase quase final da obra resolvemos cortar o compartilhamento de conteúdo para mantermos as nossas cabeças sãs na medida do impossível – não sobrava um segundo do dia, e nos faltava força, carisma e competência para sermos influenciadores de algo que estava nos enlouquecendo por trás dos stories.

E aí que acabou, e a gente entrou na casa a qualquer custo. Thales se mudou antes e eu me mudei no dia 5 de novembro de 2021 com a casa pronta até onde demos conta. Mas linda, meu deus do céu…esplêndida como nossos primeiros desenhos corajosos! A gente tem muito orgulho da nossa ousadia de ter dado conta e de ter bancado a ideia original. Depois da mudança, a cada final de semana seguíamos cuidando de um detalho aqui, aquele canto ali, agora a horta e as plantas, bora fazer as cortinas, tem dinheiro pros armários da cozinha o resto espera, agora essa melhoria aqui, agora já dá pra colocar mais um box, agora essa porta, já essa fica pros próximos meses”… E até hoje, a gente tá seguindo dando um passo por vez e deixando nosso lar a cada semana que passa e cada vez mais com a nossa cara, nossa vibe, nosso estilo de vida. Por isso seria impossível que Paris Berlin se encerrasse ali, no trauma de uma obra que parecia não ter fim. É chegada a nossa hora de fazer uma boa duma limonada.

Agora Paris Berlin é o nosso estúdio de design (não mais AM Est, para quem conhecia essa vertente do meu trabalho) esse é o ponto de encontro onde eu e o Thales pensamos juntos, unindo cada parte do que somos criativamente, para desenvolver design para outras pessoas! Claro, para pessoas legais que vêem beleza no nosso trampo. Na nossa casa só entra gente massa (risos). Criamos identidade visual, papelaria e site pra vocês e pra conhecer esses serviços e acompanhar os projetos recentes que temos desenvolvido juntos, te covido a visitar o site PARISBERLIN.CO. Nossos clientes também são corajosos e nos inspiram muito, você vai gostar de conhecê-los!
Agora e o que faremos do instagram? Ele está de vooolta e entrou numa nova fase: por lá vamos compartilhar detalhes da casa, claro, pois vocês precisam conhecer no que deu tanta choradeira and saco de cimento, compartilharemos os projetos que estamos criando e quem sabe role uma curadoria dos itens que escolhemos para a casa, tipo uma coleção Paris Berlin mesmo (estamos flertando com essa ideia o que você acha?). O jeito da gente fazer isso será abrindo as portas da nossa casa, com suavidade e leveza, no ponto que acreditamos fazer sentido, no tom que escolhemos comunicar, no ritmo que as criações forem acontecendo!

Hoje, além de lar, a casa agora abriga o estúdio de criação. É morada & firma, com ares de selva e vista pras montanhas de Minas. Aqui a gente toma café passadinho na hora, rega horta e faz geleia nas pausas do trampo – e é onde não nos falta inspiração para criar. E é também lugar que abriga meu atelier onde logo retomarei as pinturas e aquarelas Nossa limonada não tem açúcar, pois preferumos assim, é de limoeiro de roça e tem gosto de fruta fresca. Tô tão animada com essa nova fase da minha vida…Obrigada por ser ouvinte/leitora e confidente especial assim, seu play e seu tempo fazem desse sonho todo. Existir na internet precisa de corações e olhares sensíveis aí do outro lado, e você é uma dessas pessoas.

Com todo meu amor, Amanda.

0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazio