Diário de Bordo – Trancoso (BA)

Diário de Bordo – Trancoso (BA)

Não tem nada melhor neste mundo do que fazer uma pausa para relaxar, recarregar as baterias e viajar para lugares encantadores, tem? Pelo que vejo por aí este é o novo…

Não tem nada melhor neste mundo do que fazer uma pausa para relaxar, recarregar as baterias e viajar para lugares encantadores, tem?
Pelo que vejo por aí este é o novo “pretinho básico”, aquela camisa que o mundo todo está vestindo e não quer mais trocar.
E com a gente não é diferente!
Somos adeptos de pausas frequentes de no mínimo 4 férias por ano (a cada 3 meses). Por aqui, este é o time certinho para oxigenar a mente, descansar e se preparar para colocar a mão na massa em trabalhos que tanto amamos.
 
O destino que escolhemos para nossas férias de Janeiro foi Trancoso (BA), um lugar que já sabíamos que seria lindo mas que não imaginávamos que nos encantaria tanto. E agora vou te contar porque, chega mais! (:
 
Nosso Diário de Bordo tem a finalidade de compartilhar dicas de lugares legais que conhecemos, sugestões de roteiro e “pulos do gato” que não lemos antes de ir mas aprendemos quando chegamos lá.
Todas as fotos são registros da nossa viagem e foram tiradas por nós. E tudo que citarmos aqui, são experiências espontâneas que vivemos nestes dias. Nada é formal, nem tampouco “profissa” – o papo é leve e solto, pra pessoas dispostas a visitarem um lugar bonito em nosso país ou mundo afora. 
Não somos frescos, refinados, nem guias de viagem – mas acreditamos que compartilhar dicas e boas experiências é uma ação super legal, afinal somos seguidores assíduos de blogs deste assunto!
 
Trancoso é um distrito de Porto Seguro e localiza-se na Bahia, e aos nossos olhos é um dos lugares mais bonitos daquela região. Pra chegar lá é bem fácil: fomos até Belo Horizonte e pegamos um vôo direto pra Porto Seguro, que dura um “pulo só”, pouco mais de 1h. De Porto Seguro até lá, você tem a opção de alugar um carro ou ir de taxi até o destino final. 
Nós, como sempre gostamos de ficar bem livres, desfrutando da praia e de todo o marasmo que uma cidadezinha pode nos proporcionar – optamos pela opção “tô a pé”. Então, agendamos um táxi e ele nos levou até Trancoso!
(Atravessando a balsa, passando por Arraial D’ajuda e seguindo em diante!) 
 
E ao chegar já nos deparamos com nada mais nada menos do que paisagens assim.
 
 
 
 
Sou PERDIDAMENTE apaixonada por praia! Quanto mais calma, tranquila, vazia e com vegetação, mais me encanto.

Então quando fizemos a primeira caminhada pela praia para reconhecer o território, já caí de amores.
Apesar de termos escolhido Janeiro, a alta temporada, a quantidade de pessoas não interferiu em nada na beleza do lugar.
Havia sim, lugares com mais concentração de turistas, música alta e falação, mas com certeza não era ali que estávamos.
Nós sempre procuramos o sossego, silêncio natural e sombra. E em Trancoso, é fácil fácil de encontrar! 
 
ONDE FICAMOS
 
Ficamos hospedados na Praia dos Nativos, na Pousada Som do Mar – de uma família argentina simpática e acolhedora.
Adoramos a escolha, pois ficou bem pertinho do nosso destino das manhãs e finais de tarde: praias lindas para se conhecer a pé. Um dos pontos charmosos do lugar é que para chegar na praia é preciso atravessar o mangue, através de um ponte de madeira fofa por demais. O cenário é bucólico e encantador!  Com isso, o Rio fica presente no cenário em muitos momentos, indo até a praia e formando piscinas naturais ao longo da areia, como as fotos ali em cima mostram. A água é quentinha, cristalina e corrente, uma delícia de se banhar nos finais de tarde.
 
DICAS DE UMA BOA SOMBRA
 
Viajar em alta temporada, em alguns pontos, é teste de sobrevivência! (rs)
Tudo fica ainda mais caro, principalmente comida e barracas na areia (mas não é qualquer barraca não minha gente!).
Então, aqui temos dicas legais pra economizar e não perder em nada na maravilha do lugar.
Descobrimos dois “pulos do gato” ali nas praias mais conhecidas Nativos e Coqueiros (e tão lindas quanto as menos conhecidas viu?). Em geral, as barracas cobravam R$ 200 de consumação mínima para se ter direito a mesa, cadeiras e um colchão delícia para cochilar, tudo isso com direito a sombra. Lindo para quem está de turminha e nem tanto para um casal ou viajante que está sozinho. Então, andando mais um pouco para áreas mais tranquilas descobrimos a Casa Timbó (Praia dos Coqueiros). E posso dizer? Achamos mais charmoso do que o “glamour” que muitas barracas ostentam.
Lá comemos um peixe grelhado pescado na hora e bebemos suco natural, tudo isso por pouco mais de R$60 (Valor raro para um Janeiro em Trancoso!)  
 
Mas o pulo do gato “master” é se jogar na sombra dos próprios coqueiros e da vegetação da praia.
É de graça e uma delícia. Ao meu ver, o melhor de estar em um lugar iluminado assim, é desfrutar da paz, da tranquilidade e da beleza natural. Música alta, aglomeração de pessoas e ambientes glamurosos não fazem o nosso tipo em viagens.
Apesar de  Trancoso também nos permitir esta versão de viagem, escolhemos a sua face mais pacata, natural, rústica e apaixonante. 
 
 
O TAL DO QUADRADO
 
É impossível não se encantar no primeiro momento que você pisa no famoso Quadrado de Trancoso.
Eu que já tenho uma queda por cidades históricas, ruelas, casinhas, cidades sossego… fiquei completamente encantada quando me deparei com este lugar. Foto alguma nunca irá retratar o tamanho do seu charme, ele só pode ser visto (e sentido) à olho nu!
 
 
 
 
 
 
Uma dica legal! O charmoso centrinho de Trancoso, digamos a cidade em si, fica um pouco mais alta que o nível do mar. Pouca coisa, mas já se torna um detalhe importante para escolher sua pousada de acordo com o seu estilo de viagem. Nós amamos praia, sempre nos hospedamos o mais perto possível da areia. Então foi o que fizemos: ficamos em uma pousada na praia dos Nativos, a passos da areia e no final da tarde subíamos para o centro, rumo am Quadrado.
Como? A pé, quanto estávamos animados para uma caminhada de 15 minutos com um morro “puxadinho”no final, ou de mototáxi, a opção mais breve e tranquila (R$ 6 por subida).
Para descer todo santo ajuda, né? Há 4 caminhos pra isso acontecer, o mais tranquilo e agradável é através de um caminho no bosque do Quadrado saindo na praia dos Coqueiros.
 
Gente, Trancoso não tem erro. Tá tudo certo, tá tudo lindo. (rs)
 
 
 
 
 
DE TRANCOSO PARA OUTROS PARAÍSOS
 
Há vários destinos incríveis para você conhecer por lá! Praias desertas e lindíssimas, andando para Norte e para Sul da costa, Caraíva, Praia dos Espelhos, Arraial d’ajuda entre outros destinos.
Nós, desta vez, conhecemos apenas a Praia dos Espelhos e já podemos assegurar que é imperdível.
Linda, de comer com os olhos.
 
Uma dica bacana é levar o seu lanche, um próprio rango para não precisar ficar “escravo” dos restaurantes locais.
Quanto mais andamos, mais somos surpreendidos pela beleza da praia. Então é legal ficar livre para andar ao léo e ter uma frutinha na mão. 
 
 
 
 
 
 
PARA SENTAR E COMER BEM

Taí um tema que Trancoso entende bem. São muitos restaurantes fofos, ambientes aconchegantes e convidativos – chega a ser difícil de escolher! Tanto no centro, quanto no Quadrado, há lugares maravilhosos para se comer bem e passar horas batendo papo e vendo o tempo passar. Maas, confesso, era quase impossível resistir ao Quadrado.
Lá é charmoso por demais MESMO. Alguém aí resiste jantar à luz de velas?
Então, entre todos os lugares que fomos nos dias que estivemos por lá, vamos compartilhar as melhores dicas:
No Quadrado:
. Thaicoso. Comida tailandesa de primeira. Uma das melhores experiências gastronômicas da viagem.
. Café Cultura. Ambiente cool com musiquinha eletrônica agradável. Preço justo, ideal para café a lanches. 
. Tostex. Foodtruck localizado em frente al Hotel da Praça, na alta temporada. Sanduiches deliciosos!
. Restaurante Vitória. Destes “clássicos” do quadrado, de comida gostosa e ambiente agradável.
Fora do quadrado, mas bem pertinho:
. Aconchego. Restaurante à kilo delicioso! A melhor pedida para quem quer economizar e comer bem.
. Jacaré do Brasil. Ambiente descolado e bacanudo. Comida divina e atendimento perfeito. Ganhou nosso coração!
. Girimum. O melhor crepe que já experimentamos na vida! Nada é servido tão rápido e bem como aqui. Ótimo pra um café e lanche.
Eu ficaria aqui escrevendo mais e mais, juro.
Contando ainda mais detalhes e compartilhando mais fotos apaixonantes! Maas, agora é a hora da sua viagem,
das suas experiências e do seu “sentir”. Este post foi criado para contar, segundo nossos olhos, como Trancoso realmente é incrível e te ajudar de alguma forma a planejar uma viagem pra lá!
E assim continuaremos, em cada lugar especial que visitarmos.
Viagens inesquecíveis é o que desejo pra todos nós!
Beijos mil e até o próximo Diário de Bordo.
Amanda.