A minha história sobre trabalhar com o que amo

A minha história sobre trabalhar com o que amo

Hoje vim te contar a minha história sobre trabalhar com o que amo. (Uhum, o post é grande. Mas o assunto é incrível e merece) Eis aqui um tema muito discutido atualmente que…

Hoje vim te contar a minha história sobre trabalhar com o que amo. (Uhum, o post é grande. Mas o assunto é incrível e merece)

Eis aqui um tema muito discutido atualmente que sempre tive vontade de falar. Viver trabalhando com o que faz o nosso coração bater mais forte, vai muito além de uma frase poética e um pensamento utópico. Trabalho e afeto passaram a caminhar juntinhos e desde alguns poucos (pouquíssimos!) anos para cá se tornou possível viver um caso de amor com as horas mais intensas do dia: aquela que não estamos de pernas para o ar e sim TRABALHANDO.

Trabalhar com o que se ama é matar um leão por dia e viver a glória de sabermos que fazemos isso por nossos próprios sonhos, por aquilo que vestimos a camisa de verdade. Se este assunto também ganha o seu coração puxa uma cadeira, que o papo é pra você.

 41  13

Recebo muitos e-mails e mensagens pela página, de ilustradores, designers e empreendedores criativos pedindo dicas sobre “por onde começar”, “como organizar o trabalho que vem produzindo há tempos”, “como é se sustentar sendo uma ilustradora”, “se é mesmo possível viver de arte”, “se tenho uma equipe ou faço tudo sozinha”, “como começar a vender online”, “qual o caminho que deve seguir para trabalhar com o que ama também”… Estas são só algumas das perguntas mais frequentes que recebo.

E percebo que todas elas carregam uma mesma perguntinha. lá no fundo: SERÁ QUE EU TAMBÉM POSSO?

Pois agora vou responder todas elas em um só tópico: uma “mola propulsora”, que tive a sorte de descobrir e que transformou a história do meu negócio.

Começo por: SIM! VOCÊ TAMBÉM PODE! Todos nós podemos. Trabalhar com o que amamos deveria ser regra, e não exceção. Chegou o nosso momento de arregassar as mangas e lutar juntos para tornar essa realidade, algo muito mais comum do que alguns anos atrás.

31

E que tal de “mola propulsora” é esta?

Um curso online para Empreendedores da Economia Criativa, criado pela Rafa Cappai – da Espaçonave.

O Decola!Lab, grava bem este nome. (em vídeo!)

logo1

Conheci a Espaçonave quando eu pensava que já não estava mais seguindo a direção correta com o meu trabalho. Iniciou-se um cansaço muito grande, físico e mental, e eu sentia que as minhas forças de lutar todos os dias, diminuía com o tempo. Eram ideias demais, para pouco tempo no relógio. E novas tarefas que eu já não sabia administrar. Percebi que só a intuição não me levaria aos lugares que eu desejava.

Então, vi que era hora de procurar ajuda em um curso que falasse a minha língua e me explicasse que “tal de universo era esse que eu vivia”, e que poucas pessoas falavam do assunto.

E olha que curioso! Quando iniciei essa busca, em 2013, tive extrema dificuldade de encontrar pessoas legais falando do assunto. (não era esse boom como hoje!). E eu, sempre criteriosa e respeitando a minha intuição, cheguei na pessoa CERTA.

Conheci a Espaçonave, em uma oficina da Rafa em BH sobre empreendedorismo criativo e nunca vou me esquecer da sensação DIVINA que senti ao ver que a minha intuição tinha nome e que haviam pessoas especializadas estudando sobre uma realidade que eu pensava que não interessava a ninguém: nós, os pequenos e médios empreendedores criativos. Foram dois dias de aprendizado e imersão em ferramentas que nos ajudariam a liderar este sonho e torná-lo, cada vez mais, um Negócio original e sustentável. Foi o meu primeiro “YEEAAAAAH! Encontrei o que precisava!”

No final deste mesmo ano a Rafa lançou o Decola!Lab e eu fui, de olhos fechados, aprender mais um pouquinho com este curso online que acabara de sair do forno.

E foi aí que vivi uma das maiores transformações da minha vida. Sim, da minha vida! Porque o meu trabalho é parte do que sou e uma das melhores partes de mim. Então quando ele vai bem, quase todo o resto também vai. AMAR o nosso ofício, é assim.

E saber que existia um curso, redondinho e incrível, pronto para fazer o meu trabalho ser cada dia mais autêntico, sustentável e leve – sem deixar aquela pessoa ali do outro lado (eu!) exausta e sem energia – era TUDO QUE EU PRECISAVA.

61 51

Mas porque estou contando essa história toda?

Para te fazer acreditar que também é possível com você. Que aquele empurrãozinho, aquela forcinha que você estava precisando sabe? Ela já tem nome. Que trabalhar vivendo com o que se ama, não é apenas para o vizinho. Nem para quem tem sorte, nasceu virado para lua ou em berço de ouro. É para quem quer, para quem tem garra e coragem de acreditar.

E eu não estou sozinha nessa. São centenas de colegas que já decolaram comigo, cada um com um trabalho singular, cada um com o seu “jeito de fazer” – querendo mostrar para o mundo que não vieram só de passagem.

Assim ó!

Agora, respire fundo e ouça isso: (Esse assunto me emociona tanto, que sinto que estou falando, aí na sua frente!)

O Decola!Lab abrirá uma turma por ano e as inscrições iniciarão no dia 21 de maio, tá pertinho.

E antes disso acontecer, a Rafa criou um mini curso gratuito para você conhecer uma pitadinha do que vai rolar nestes 6 meses de imersão a “tudo o que você precisa saber sobre empreender criativamente”. E falo de olhos fechados, é TUDO MESMO.

Para se inscrever e receber o mini curso, clique AQUI!

Se apaixonou pelo conteúdo também e quer fazer parte da próxima turma? Aguardem os próximos posts pois temos novidades incríveis. 

É pra fazer 2015 ser O SEU ANO. O NOSSO ANO! ♡

Quer receber todas as informações a respeito desta experiência e não perder, por nada essa oportunidade? Deixe o seu e-mail AQUI, que te avisarei em primeira mão assim que abrirem as inscrições.

E para fechar com chave de ouro: durante essa semana, eu e o Thales, meu parceiro no meu segundo negócio online (o AM Estúdio Criativo!), contaremos todos os dais o que o Decola!Lab mudou em nossas vidas e como pode cair como uma luva pra você também.

Acompanhe tudo pelo instagram, facebook ou assinando nossa newsletter.

Desejo, de todo coração, que esta post tenho chegado em um momento especial assim como aconteceu comigo, láá em 2013.

#Boradecolar?

Amanda

Com amor,

Amanda.