Passo a passo // Vasinho de Cactos

Passo a passo // Vasinho de Cactos

Pensei em uma plantinha fofa para um post de Jardinagem e aí não me restaram dúvidas: Cactos – A PLANTINHA QUERIDINHA DO MOMENTO! Sou apaixonada por cactos e suculentas, e imagino que você…

Pensei em uma plantinha fofa para um post de Jardinagem e aí não me restaram dúvidas: Cactos – A PLANTINHA QUERIDINHA DO MOMENTO!

Sou apaixonada por cactos e suculentas, e imagino que você também né? O que mais me encanta nestas plantinhas é o seu jeitinho charmoso e exótico: enfeitam ambientes e combinam incrivelmente bem com vasos rústicos, coloridos ou ultra-estilosos.

O post “Plantando o meu lindo vasinho de Cacto” tem participação especial da Vovó Helena. Quem me ensinou a cuidar e a amar plantinhas, a minha eterna fada das flores.

Você vai se perguntar: “Puxa, mas cactos não é só plantar e regar de vez em quando e está tudo certo?”

Nem tanto, eles também precisam de adubo, carinho, terra “fofa”e quando são replantados (tirados de seus pequenos vasinhos de origem, aqueles que compramos na floricultura, sabe?) ficam ainda mais lindos e resistentes.

Agora vamos te ensinar como replantar o seu Cacto comprado na floricultura, em seu próprio vasinho! 😉

Para deixar a sua jardinagem ainda mais leve e deliciosa, uma sugestão de trilha sonora. Dê o play!

 

1

1. Escolha o vasinho que irá replantar o seu Cacto

Ele deve ser maior do que o atual. Se o seu Cacto tiver mais espaço para crescer, poderá aumentar o porte e gerar mudinhas para no futuro você replantar em outros vasinhos!

Vasos de cerâmica são ótimas sugestões! Eles absorvem muita água (deixando a terra secar mais rápido!), por isso são indicados para plantas que não precisam de muita água para sobreviver, que se dão bem em ambientes mais secos. Além de fofos, possuem formatos variados e podem ser pintados criativamente (farei um post só sobre isso em breve!).

Confira se o fundo do vaso possui uma abertura para a água escorrer! Se não tiver, faça um pequeno buraco com prego e martelo.

É preciso colocar no fundo do vasinho algo que ajudará a drenar a água! Sugestões: pequenas pedras/pedregulhos ou bolinhas de argila (foto). Coloque poucas, apenas para tampar levemente o fundo do vaso.

2

2. Feito isso, encha o vasinho de terra (das boas!)

Tenha sempre uma terrinha boa por perto, pra replantar e cuidar dos seus vasinhos. Eu sempre uso terra vegetal, comprada com o meu floricultor favorito. É muito bacana que você conheça um profissional que também ame flores, não apenas revenda! Assim você terá um aliado nesta caminhada, comprará seus produtos e confiará em todas as suas dicas.

3

3. Depois de encher até quase a boca do vaso, faça uma “cova”

Minha avó chama esse buraco feito para receber a planta, de cova. Aqui usarei suas expressões, pois é deste jeito espontâneo e simples que aprendemos as coisas mais legais da vida!

O ponto importante deste covinha no meio do vaso é que ela deve receber toda a raiz da planta e deixá-la encaixar direitinho no vaso, ficando mais afundado do que para fora, sabe? A raiz deve ficar toda protegida, nunca descoberta.

45

4. Agora retire o seu Cacto do vasinho para colocá-lo em seu novo lar (de luvas hein!)

Mexer na terra é uma delícia e eu amo sujar as mãos. Mas quer um conselho? Use luvas, sempre que puder e ma maioria das vezes. (:

Ao lidar com cactos SEMPRE use luvas, assim você fica livre dos espinhos visíveis ou não. Essa espécie que escolhi por exemplo, tem um tapetinho de espinhos que grudam demaaais e que não conseguimos enxergá-los para retirar da mão, de tão pequenos! Então, não custa se precaver.

6

5. Observe as raízes

Elas já estão crescidas e no formato do seu atual vaso, então, para acomodá-las bem em seu novo lar é preciso que você corte um pouquinho a sua base. Vá desfazendo levemente as raízes de baixo, mais grossas e “velhas”, de modo que elas fiquem soltas e prontas para “pegarem” em sua nova terra.

89

6. E agora, encaixe o Cacto em seu novo vasinho

Ao encaixar, aperte beeem a terra que vier junto – firmando bastante o cacto. (Ele não pode ficar “frouxinho”, sabe?) Firme a terra com carinho, com vontade!

Quando eu comecei a jardinar errava muito nesta etapa. Eu pensava que replantar era só retirar do atual vasinho e encaixar em um outro com mais terra. Não cortava as raízes de baixo nem firmava a terra, e muitas vezes minhas mudinhas não vingavam. Entendi a importância desta etapa com a minha avó, que me alertou que a planta precisa sentir essa “segurança” e firme depois desta mudança.

11

7. Com o Cacto já firme, coloque mais terra

Complete o restante do vasinho e a área que ficou vazia, com mais terra. Desta vez essa terrinha final devera ser “fofa”, não tão apertada como a etapa de cima onde você precisou firmar a planta. Vá jogando terra até completar o vaso e afofando a terra. (Ou, como diz a vovó Helena, “fofando” a terra. Prefiro o “fofando”! haha)

1415

8. Finalize com pedrinhas brancas, ficará um charme!

Essas pedrinhas podem ser compradas em qualquer floricultura e finalizam lindamente vasinhos de cactos e suculentas. Elas são indicadas para plantas que vivem felizes em ambientes secos. Se você colocar em um vaso de flor por exemplo, ela não reagirá muito bem, pois como precisamos com mexer na terra, adubar…as pedrinhas atrapalham e secam a terra.

Já que os cactos adoram, vamos aproveitar! <3

18

8. Feito isso, dê um nome e muito amor ao seu lindo Cacto!

Não dou nomes as minhas filhas de pétalas (ou espinhos) pois tenho muitas! E eu com certeza esqueceria. haha Mas acho divertidíssimo quem nomeia seus vasinhos! É mais uma forma de tratá-los com carinho.

Pronto, agora você já replantou o seu Cacto e já tem um vasinho lindo, ainda mais forte e resistente, para chamar de seu.

Os próximos passos são: aprender quais os cuidados, escolher o melhor lugar para colocá-lo e partir para a próxima experiência. São infinitas espécies para você se apaixonar e o procedimento de replantio é o mesmo, então vá em frente e crie o seu próprio mundo de Cactos e Suculentas! (e me mostra hein?)

DICAS:

. Seu Cacto ficará bem tanto no sol quanto dentro de casa, mas lembre-se de deixá-lo pegar luz pelo menos em algum momento do dia. Cactos ficam lindos por todos os cantos, mas não se esqueça que eles não são só enfeites e sim seres vivos, por isso precisam de luz e cuidados (poucos, mas precisam!).

. Regue 1 x por semana. Facinho né? Cuidado para não encharcar, vá colocando água só na terra levemente (sem molhar a planta, pois algumas espécies mofam!).

E dêem AMOR, que é o adubo mais importante de todos.

Agora vá em frente e mãos à terra.

 

Também ama plantas e deseja se aventurar mais um pouquinho neste universo?

Conheça a minha oficina online de Jardinagem e venha florir o coração! 

Saiba mais e faça sua inscrição!

 

. Conheça todos os meus #cursosInspiradores: cursos.amandamol.com.br

. Visite a loja online: loja.amandamol.com.br

. Acompanhe de pertinho pelo instagram: @molamanda

 

Mil beijos e até o próximo post,

Amanda.